POSTAGEM SOBRE FDB #145 – AS Cgs marcantes dos Gamesa