Fliperama de Boteco

Fliperama de Boteco #96 – Jordan Mechner

Fliperama de Boteco #96 – Jordan Mechner

No ar mais um Fliperama de Boteco, onde  Guilherme ‘GZ’ Ferrari, Marcos MeloAlysson Guedim e Lilian Valduga Brandellifalam sobre um dos grandes na história dos games, Jordan Mechner o criador de Karateca e Prince of Persia. Pegue seu fone de ouvido e aperte o play! Começou a contagem regressiva para o episódio 100!!!

Quer participar do episódio 100??
Então, mande um email para:
contato@fliperamadeboteco.com

LINKS NO PORSCHE

 

Episódios Relacionados

 

ARTE DA VITRINE
Guilherme Ferrari

ADICIONE O NOSSO FEED
Abra o Itunes, clique em AVANÇADO, depois em ASSINAR PODCAST, cole o link a seguir e aperte em OK: Aqui

NOSSA PÁGINA NO ITUNES
Acesse aqui: Itunes Fliperama de Boteco

SUGESTÕES, FICHAS, CRÍTICAS, DICAS E DÚVIDAS
Envie e-mails para: contato@fliperamadeboteco.com

Gostou? Compartilhe!

Sobre o autor

  • Lilian Valduga Brandelli

    Tã tã tã tããããããããããããã

    Lá veeeeeeem textãooo (inho, pq to meia cansada pra digitar tudo o que eu gostaria).

    Primeiro eu gostaria de dizer que o editor está de parabéns porque curti bastante a trilha (detectei algumas músicas de jogos do PoP que amo) e também porque meu áudio realmente estava TENEBROSO e o Marcos estava com um baita Ederlay e até que não ficou tão ruim quanto foi no dia da gravação.

    Maaaaaaaaas,

    Continuo bem decepcionada com esse cast :/
    Eu me diverti demais ajudando o Marcos a montar a pauta, cheguei até a ter vontade de comprar o Making of completo de Karateka e do PoP porque eu sou a fã número 1 desse cara (uma pena que ele vai morrer sem saber disso…hhahaha) eeeee não comprei pq só tinha e-book quando pesquisei. Enfim, eu gosto do jeito que ele narra os acontecimentos da vida dele e enquanto lia, me senti como se eu fosse o Jordan Mechner, tanto que selecionei 3 trechos curtinhos que mostravam o início de Deathbounce, Karateka e Prince of Persia e no fim, só foi gravado o primeiro trecho :/
    Outro motivo é porque meu áudio ruim me desanimou bastante e irritou um aí que não vou citar xD
    Por fim, algumas partes ficaram bem interessantes, com debates e tudo mais, porém a outra metade ficou bem evidente a falta de preparo de todos nós. Pedaços sem nexo e leituras sem discussões…

    Frustrante… talvez pq eu tivesse uma expectativa monstra, já que a vida dele não é muito comentada por aí e o Marcos e eu conseguimos infos muito boas, mas mal expostas…

    Só vou deixar alguns links aqui:

    Acho que ele ainda come pão e os desenhos podem ser em folhas de papel de pão: https://www.facebook.com/jmechner/photos/a.10151433472971326.1073741825.235166366325/10153775835786326/?type=3&theater

    Traços mais “antigos”: https://www.facebook.com/jmechner/photos/a.10151433472971326.1073741825.235166366325/10154056748416326/?type=3&theater

    Traços mais rebuscados: https://www.facebook.com/jmechner/photos/a.10151433472971326.1073741825.235166366325/10154375279481326/?type=3&theater

    Cena que eu e o gui empacamos (19min): https://www.youtube.com/watch?v=ZZWwTe-kB2w

    obs.: me consola que a pessoa que tá jogando é tão ruim quanto…

    Obrigada pelo convite!!
    OBS.: apesar de todos os pesares, vocês sabem que gosto demais do cast de vocês. Basta olhar pro comentário no cast anterior a esse…
    <3

    abraços

    • Alexandre Machado

      Lilian, a culpa é minha. Eu gravei somente um dos áudios porque não vi o texto dos outros dois, por desatenção. Peço desculpas pelo erro. Vamos corrigir isso e relançar o cast com todo o conteúdo.

      • Guilherme Ferrari

        Podcast já relançado completo!!

        • Lilian Valduga Brandelli

          Gracias queri!!! Acho que ficou menos cortado, mas já nem sei mais pq já ouvi tantas vezes que to meia perdida!!!
          Aaah, vi que tem mais links aí no posrche tb 😀

          Meu sotaque tá meeeeeeeeeeeeeeega carregado nesse cast. Pelo amor, me deem uma enxada!! HAHAHAHAH
          To fazendo jus ao apelido de Nega véia!!!

  • Marcos Melo Corrêa

    Só vim aqui dizer que o Marcos Melo também participou haha

    • Lilian Valduga Brandelli

      E depois quando eu digo que é bullying ctg, ninguém acredita!
      hahahah
      (Just kidding)

    • Guilherme Ferrari

      “Deu um câimbra aqui” e esqueci de colocado teu nome!!! Mas já foi ajustado!

  • Lilian Valduga Brandelli

    Em um minuto de extremo desapontamento, cuspi tudo e mais um pouco, mas gostaria de poder falar um pouco sobre esse cast com mais sutileza!!!

    Eu queria agradecer por terem me convidado para montar a pauta e participar da gravação. Poderia dizer que só eu sei quão feliz fiquei em saber que Jordan Mechner seria tema de um cast de vocês, mas vocês me conhecem tão bem que sabem disso tanto quanto eu 🙂
    E modéstia à parte, acredito que a pauta estava realmente muito boa, porém pra nossa infelicidade os áudios do Marcos e o meu estavam péssimos. Isso fez com que nos irritássemos bastantinho. Muitas das considerações e observações acabaram por nem serem ditas, já que o Ederlay era imenso, o andamento também não ficou muito fluido e aluns trechos parecem bem perdidos, mas gostaria que os ouvintes soubessem que é porque nosso editor precisou picotar muitas partes que ficaram com interposição de falas.

    Enfim… obrigada Alysson por ter feito o melhor que deu na edição desse cast (pq do jeito que gravamos eu esperava que tivesse ficado bem pior) e por ter colocado músicas que eu adooooro dos jogos do Mechner (mais precisamente do PoP). E parabéns ao arteiro da capa e ao Ale por ter interpretado o Jordão!!!

    Abraços guris

    • Marcos Melo Corrêa

      É, os caras fizeram muito esforço com os audios desse episódio. Só senti falta de mais músicas do próprio Sands Of Time. É sempre a mesma metalzeira do Warrior Within, que o Mechner nem participou hahaha

      • Lilian Valduga Brandelli

        hahahahhahaa, culpa da tendência de estilo musical 😛

  • Alexandre Machado

    Achei fantástico o Guilherme e o Alysson me descrevendo 😀
    Parabéns, o cast estava muito bom, e uma salva de palmas pro editor!

    • Guilherme Ferrari

      É a vida, tem que uma skill para isso!

  • Darley Santos

    Gostei muito do cast, escutei umas duas vezes seguidas enquanto fazia o arrastado (já tem meses) boost de Assassin’s Creed Brotherhood; aliás, sobre a origem entremeada deste jogo com Prince of Persia, vamos deixar claro que a série AC ficou bem individualizada desde o seu início, o jogaço com o Altair mostra isso. Na verdade, só vi grandes semelhanças entre as duas séries já depois, com a saga de Ezio. O cast ficou bacana como um memorial ao Sr. Jordan Mechner. Abraços a todos!

    • Marcos Melo Corrêa

      Grato pelo comentario chapa! Espero ter ficado do agrado de todos (ou pelo menos de muitos hahaha)

    • Lilian Valduga Brandelli

      Darley, vou ter que discordar contigo em relação a origem (ou talvez eu não tenha entendido bem tua colocação). Mas pelo que as referências indicam, era pra ser um novo PoP:

      “After completing Prince of Persia: The Sands of Time, Patrice Désilets was instructed to begin work on the next Prince of Persia game. The game began work under the title Prince of Persia: Assassin, inspired by the life of Hassan-i Sabbah.[8] Désilets felt a prince was not an interesting protagonist, so the game’s titular prince was AI-controlled, and needed to be rescued by a player-controlled Assassin. Ubisoft did not want a Prince of Persia game that was not centered on the prince; the game was spun off into a new intellectual property, and the prince character was dropped”.

      Sim, talvez, eles realmente fizeram um novo jogo, nova história achando que seria um novo PoP, mas a Ubisoft não quis que assim fosse, então criaram uma nova franquia. Que, pra mim, tem vários aspectos interessantes e desinteressantes ao mesmo tempo.

      Por ex.: super legal a questão da exploração, mas o jogo fica com umas 400000h a mais se tu for por esse lado.

      Já comentei no próprio telegram, então não vou me prolongar aqui. Não gosto, não joguei nem 20% do primeiro e mal vejo a hora de alguma alma viva lançar uma franquia mais interessante.

      Mas, antes que tu me deteste, ou depois disso…hahahah… obrigada pelo comentário. Eu podia jurar que seria a única pessoa a ouvir esse cast, então realmente fico feliz que tenha escutado e gostado 🙂

      Abraços

      • Darley Santos

        Sobre a origem não discordei não, só quis fazer um apontamento para isso – pois reuniram tantos elementos suficientes para se criar uma nova identidade, que assim surgiu Assassin’s Creed, e dessa forma mesmo – um jogo à parte da franquia Prince of Persia – AC se mostrou por definição diferente e independente de PoP em seu conceito, e isso desde o primeiríssimo jogo com o mestre Altair… Poxa, é uma pena que você tenha essa aversão a AC, estou descobrindo agora, já joguei o primeiro e a trilogia Ezio, e só estou amando cada vez mais! Ao mesmo tempo é curioso, justamente por uma possível semelhança entre as duas franquias, que você goste tanto de Prince of Persia e odeie Assassin’s Creed… Mas enfim, não tem esse negócio de detestar ninguém por nada não, isso aí é para os fracos rsrsrs xD

        • Lilian Valduga Brandelli

          hahhaha
          depois que li o trecho do desenvolvimento dele, cheguei a cogitar que era isso que tu tinha pensado… 🙂

          Ahh, tenho muitos motivos pelos quais não gosto…
          Tem essa questão da exploração que é bacana e ruim ao mesmo tempo, porque eu sou daquelas que gosto de explorar tooodo território dos jogos, então se tem muita coisa pra explorar eu me frustro e começo a me enjoar do jogo (isso aconteceu em PoP de 2008 tb, mas esse eu fiz questão de zerar o jogo por questão de orgulho mesmo…logo eu não zerar um prince, fica feio né? hahahahha).
          Eu sou louca pela história dele (li um dos livros, mas queria ter verbas e tempo pra comprar e ler os próximos), mas não gosto do sistema de batalhas. Pra mim até hoje tem um delayzinho que me incomoda. E os atuais que tu pode te pendurar em tudo em irritam mais ainda porque de repente tu quer correr pra frente e ele já sai se agarrando em tudo quanto é negócio.
          Eeeeeeeee, não gosto de jogos que não tem fim nunca. Trilogia pra mim é o limite (por isso tb que não gosto do PoP The forgotten Sands. Na real não gosto dele por outros motivos que não cabem aqui tb). Depois disso acho que cabe mudança de conceitos e etc… 😛
          Então, talvez o jogo não seja ruim, mas não é pro meu perfil!!!

          Mechner sempre me dando possibilidades de discutir mais e mais e mais e mais!!

          • Marcos Melo Corrêa

            Legal ver esse tipo de discussão nos comentários. A gente acaba aprendendo um pouco mais, e ver que o nosso propósito de gerar discussões em relação aos temas que abordamos dá frutos sim. Só pra me intrometer, acho que nenhum dos dois “detesta” um ou outro. Só talvez não seja certeiramente o público alvo de cada proposta narrativa do Pop ou AC.
            (ou vocês podem criar uma rivalidade e ficarem se bicando pela eternidade pra gerar mais conteúdo uahauahuahauhah)

          • Lilian Valduga Brandelli

            HAHHAHHAHAH, nãooo… tu sabe que só fico criando intriga por brincadeira (ainda mais se for com os membros da própria equipe – vocês).
            Mas concordo plenamente contigo, AC não é um jogo pro meu perfil. Just it 😀

            p.s: ainda não ouvi a nova edição desse cast, mas ouvirei em breve!!!

          • Darley Santos

            o:

            MMC, o Apaziguador-mor

  • Raphael Rosati

    Muito bom cast. Super informativo.
    Abraço

    • Guilherme Ferrari

      vlw pelo elogio @raphaelrosati:disqus !!