Fliperama de Boteco

Fliperama de Boteco #65 – Bizarrices de Criança

Fliperama de Boteco #65 – Bizarrices de Criança

No ar mais um Fliperama de Boteco com mais um Papo de Boteco, com as crianças  Guilherme ‘GZ’ Ferrari, Alexandre MachadoAlysson, O Guedim , Carolina Cruz  e  Sr. JM(Universo 404) falam sobre histórias e bizarrices de criança  Aperte o play!

Indique um Beat ‘em up para o Guilherme jogar
e
Pergunte ao Marcos: mande sua pergunta para
contato@fliperamadeboteco.com

LINKS NO PORSCHE

ARTE DA VITRINE
Guilherme Ferrari

ADICIONE O NOSSO FEED
Abra o Itunes, clique em AVANÇADO, depois em ASSINAR PODCAST, cole o link a seguir e aperte em OK: Aqui

NOSSA PÁGINA NO ITUNES
Acesse aqui: Itunes Fliperama de Boteco

SUGESTÕES, FICHAS, CRÍTICAS, DICAS E DÚVIDAS
Envie e-mails para: contato@fliperamadeboteco.com

Gostou? Compartilhe!

Sobre o autor

  • Marcos Melo Corrêa

    Opa! Nesse eu não tô

    • Guilherme Ferrari

      tu tava comendo polenta!!!!

  • Lilian Valduga Brandelli

    Hahahahahahahahaha
    Cara, fiquei rindo sozinha no meio de um ônibus silencioso.
    SENSACIONAL!!!!

    Descobri com esse cast que as minhas brincadeiras nunca foram violentas, mas que eu tenho um potencial (que deve ser genético) ABSURDO para me lesionar (e lesionar os que estão ao meu redor tb).

    Só para ter uma ideia, eu e minhas primas estávamos andando de bicicleta e tinha uma rampa que dava para um paredão e ao lado do paredão tinha um pátio. Toda desviaram o paredão quando desceram a rampa, eu dei de cara contra os tijolos, derrubei alguns e quebrei outros. Resultado: queixo preto por quase um mês inteiro. Até hj não sei como não quebrei a mandíbula e nem os dentes pq eu nem tentei freiar a bicicleta.

    Essas e outras babaquices seguem acontecendo até hj 🙂

    • Guilherme Ferrari

      Eu sei muito bem!!!

      • Lilian Valduga Brandelli

        Mas já foi pior né!!! Ando um pouco mais controlada 😁

  • Darley Santos

    Legal compartilharem esses eventos da “infonça”. Já vivi algo parecido com uma bicicleta… Vi o menino vizinho, uns seis anos mais novo que eu, tentando andar com a bicicleta do vô dele… Convenci ele a montar na garupa para darmos uma volta, e então começamos a descer a ladeira da esquina do bairro… Eu moro há cinco ruas do rio (minha cidade é ribeirinha)… Quando ultrapassei a primeira esquina descendo a tal ladeira, percebi que a bicicleta não tinha freios… À medida que íamos descendo, a bike antigona ia ganhando mais e mais velocidade, e desse jeito cruzamos 5 esquinas a toda velocidade: só conseguia ficar falando freneticamente para o guri atrás de mim, que berrava feito louco achando que não veria mais seus familiares, “calma cara, calma, vai acabar tudo bem, vai ficar tudo bem! Meu Deusss!!!” A bicicleta só parou quando “aterrizamos” na água do rio… shuuuaaaá!!! Ele ficou em vão me batendo com seus punhos trêmulos kkk. No caminho de volta, subindo a ladeira, fomos escutando várias pessoas brigando conosco pelo que havíamos acabado de fazer, e uma dessas pessoas ainda quis nos acertar uns tapas kkk. Mas sério, a gente podia ter se dado muito, mas muito mal!

    • Guilherme Ferrari

      @darleysantos:disqus Vamos tentar trazer cast com histórias e doideras dos participantes.
      E, vlw por compartilhar uma história doida de criança. Todo mundo teve um fato “bem executado” auahuahuah.

  • Francisco das chagas

    xarai o cara tomou uma flexada

    • Guilherme Ferrari

      Bah, @disqus_cSGnaAIDP1:disqus, aqui no Sul O Nível de Chucrismo é alto pacas.
      Mas estou vivo para contar!! uahuaha
      Abs!