Fliperama de Boteco

Fliperama de Boteco #39 – Koji Kondo

Fliperama de Boteco #39 – Koji Kondo

Bom dia, boa tarde, boa noite!! No ar mais um Fliperama de Boteco, com os ilustres Guilherme ‘GZ’ Ferrari, Marcos Melo, Onçatron, Alexandre, O Machado e Alysson, O Guedim. Nesta edição, abordamos a vida e obra do vivente compositeiro de algumas das mais marcantes trilhas sonoras do mundo dos joguetes, Koji Kondo. Esse podcast foi sugestão do nosso ouvinte e ilustrador Emanuel Braga.

Vote no Fliperama de Boteco na categoria de Podcast de Games no site 5 melhores:
http://www.os5melhores.com.br/topico/tecnologia/melhores-podcasts-games

 LINKS NO PORSCHE

Biografias

Influências

Trabalhos

 

ARTE DA VITRINE
Guilherme Ferrari

ADICIONE O NOSSO FEED
Abra o Itunes, clique em AVANÇADO, depois em ASSINAR PODCAST, cole o link a seguir e aperte em OK: Aqui

NOSSA PÁGINA NO ITUNES
Acesse aqui: Itunes Fliperama de Boteco

SUGESTÕES, FICHAS, CRÍTICAS, DICAS E DÚVIDAS
Envie e-mails para: contato@fliperamadeboteco.com

Gostou? Compartilhe!

Sobre o autor

Biólogo, músico amador, ilustrador botânico e jogador casual, e acho suficiente.

  • Excelente!

    Vocês iniciaram o programa com Highway Star… e finalizaram com “seiláquemúsicaé” do Dream Theater! Putz!!! Parabéns, botecotes!!!

    Bom, apenas para lembrar o Marcos, o Pilot Wings é meu!!! 😀

    Fiquei muito satisfeito com o programa.

    Sobre as composições musicais para jogos eletrônicos, assim como a história da música dentro dessa mídia, há um excelente documentário realizado pelo site Redbull (o site que dá asas). O título da série é Diggin’ In The Carts (http://www.redbull.com/br/pt/games/video-series/1331700829421/diggin-in-the-carts). Acredito que todos nós, fãs de videogames e da boa música, temos a obrigação social de assistir e compartilhar.

    Novamente, parabéns e abraços.

    PS: Marcos, ainda temos de formar a banda Metal Baré! e tocar Wicked Child. 😉

    • Marcos Melo

      E aí cara! Obrigado pelo comentário! Curiosamente comecei a me interessar em tocar algum instrumento por gostar das músicas dos jogos. Então o projeto metal baré pode rolar sim (ou onça metal, sei lá). O link aí também é uma boa pra interessados no assunto.