Fliperama de Boteco

Fliperama de Boteco #126 – Por que ainda jogamos jogos antigos?

Fliperama de Boteco #126 – Por que ainda jogamos jogos antigos?

No ar o mais um Fliperama de Boteco, onde os pensadores Guilherme Ferrari Alexandre MachadoAlysson Guedin e Eder Aleixo tentaram responder a seguinte perguntaPor que ainda jogamos jogos antigos? Comente o seu motivo!! Pegue sua cerveja e aperte o play!

Sugestões e ideias de pauta:
contato@fliperamadeboteco.com

LINKS NO PORSCHE

Episódios Relacionados

  

ARTE DA VITRINE
Guilherme Ferrari

ADICIONE O NOSSO FEED
Abra o Itunes, clique em AVANÇADO, depois em ASSINAR PODCAST, cole o link a seguir e aperte em OK: Aqui

NOSSA PÁGINA NO ITUNES
Acesse aqui: Itunes Fliperama de Boteco

SUGESTÕES, FICHAS, CRÍTICAS, DICAS E DÚVIDAS
Envie e-mails para: contato@fliperamadeboteco.com

Gostou? Compartilhe!

Sobre o autor

NA VIDA TUDO É PASSAGEIRO, MENOS O MOTORISTA E O COBRADOR.

  • dellagustin

    Que isso! O cara aí contribuindo pro cast pra dizerem que eu moro em Canoas!

    :p

    Na verdade sou de Sao Leopoldo, que nao é muito melhor.

    No quesito gastos eu sou do time Alexandre, mas nao tao extremo, hoje já sou um pouco mais gastador, mas normalmente demoro muito pra comprar as coisas, só depois de já ter pesquisado muito decidir que realmente quero.

    Quanto ao por quê de jogar jogos antigos?
    Simplesmente por que eles sao bons!

    Abraço!

  • Marcos Melo Corrêa

    Fala galere!

    Sendo sucinto e comentando antes de ouvir o cast, jogo jogos antigos porque eles costumam ser curtos, gosto muito dos bons jogos antigos e alguns deles me transportam à época, mesmo alguns que eu não cheguei a jogar na ocasião, mas fazem emergir aquela nostalgia do que não vivi, que já comentamos em algum episódio passado.

    Logo volto à ativa hein

  • Marcelo Ribeiro

    Episódio bem legal, menos técnico e mais descontraído, um bate papo mesmo.

    Eu acho que um dos motivos de jogarmos jogos antigos é a nostalgia mesmo.

    Além disso, quando jogamos jogos antigos já vamos na certeza de que ele é bom e já sabemos o que esperar, não precisamos aprender os comandos do zero (talvez só relembrar). Acho que um dos motivos é esse, não querer se arriscar e se decepcionar com um jogo novo que você não conhece.

    Parabéns e continuem com esse ótimo podcast.

  • Lilian Valduga Brandelli

    Me identifiquei com o amigo do Alexandre que não consegue jogar uma franquia sem jogar desde o primeiro jogo, motivo esse pelo qual não jogo GOW e Assassins Creed, por exemplo. Também nunca joguei final fantasy e mega man pelos mesmos motivos….

    caracas…deram 30s pro ale conseguir responder a pergunta e ele seguiu por mais uns 30min o.O hahahah

    • Alexandre Machado

      É que foi sem querer querendo 😀

  • Lilian Valduga Brandelli

    Minhas considerações sobre todo cast:

    Continuamos a jogar jogos antigos justamente por serem mais divertidos como o ale falou, porque eles exploravam histórias e jogabilidades muito distintas, diferente de hoje que produzem o que o povo quer, a fórmula do sucesso e ultragráficos, pobres em história… Nós vimos nascer diversos estilos (plataforma, tiro, primeira pessoa, corrida, puzzle…). Quem não lembra da emoção de jogar o primeiro jogo em que tu podia escolher o destino do personagem? e aqueles com mais de um final?
    Também concordo com o alexandre e com o guilherme, que jogamos jogos antigos pela nostalgia, pela lembrança e por nada ser fácil naquela época. Não tínhamos acesso às informação tão fácil como hoje, nem aos jogos, fitas e afins. Eu, particularmente, sou apaixonada pelos jogos antigos, porque lembro do meu pai sentando do meu lado e jogando comigo e dos domingos de chuva com minhas primas tentando zerar algum jogo.

    E diferente do gz e acrescentando a ideia do alysson que as crianças de hoje em dia ficam muito mais em tablets e afins, eu acho que os jovens de hoje não vão ter a mesma nostalgia que nós, porque são um bando de bundões que nasceram em uma geração que os gráficos valem mais do que qualquer outra coisa, então eles jogam por causa dos gráficos e por causa dos youtubers como foi falado também!!!

    Adorei esse tema 😀

  • Darley Santos

    Gostei bastante deste cast, o tema é instigante, e é interessante os motivos diversos que vocês elencaram: podemos não jogar games novos por motivos financeiros, preferindo jogos e consoles antigos, pois os games antigos são mais acessíveis, via emulador, do que jogos novos, que são caros, a não ser que se recorra à pirataria…; os jogos antigos reuniam as pessoas, com o fator diversão acima de qualidade de gráfico e computação gráfica; jogos antigos eram mais fantasia, enquanto os jogos modernos, concomitantemente à evolução de hardware, se tornaram pretensamente “realistas” e “sérios”, o que poderia afastar uma parcela dos jogadores; mesmo com a limitação de hardware, os jogos antigos possuíam uma qualidade superior em termos de narrativa e level design, além de possuírem uma temática mais abrangente (!?); nos jogos antigos havia uma maior experimentação e inovação, enquanto hoje não existe mais tanto isso, vive-se numa monotonia ou mediocridade criativa, compensando esse déficit com superlativos visuais e pirotécnicos…; os jogos antigos tinham uma “vida útil”, ou fator replay, maior, ao contrário dos games modernos que não têm essa sobrevida, tão logo se termina um já se esquece dele; a biblioteca dos jogos antigos era maior, e a cada nova geração que surge a biblioteca diminui, o que explicaria a onda atual de remasters e remakes; as gerações PS1 e PS2 – 5ª e 6ª gerações – têm jogos memoráveis e grande biblioteca, e isso explicaria uma maior adesão, fidelidade e nostalgia dos gamers.

  • Raphael Rosati

    Muito bom cast pessoal parabéns!!!
    Jogos antigos é reviver um pouco aquela época mais divertida da nossa vida. Tem ótimos jogos antigos, hoje alguns, nem tanto.
    Porém estes serviram como base e inspiração para os jogos de hoje, temos que concordar que temos jogos ótimos hoje em dia. Não são melhores ou piores que os antigos, evoluíram como algo que está em constante evolução.
    Meus filhos jogam bastante Minecraft, até no meu celular tem.
    Ainda bem que hoje quando bate a saudade dos fliperamas de boteco eu ando com um MAME recheado instalado no celular, e digo mais, já jogo bem no touch.
    Abraço