Bora pro Fliper #10 - 5 Top Down adventures que valem a pena conhecer

Bora pro Fliper #10 – 5 Top Down adventures que valem a pena conhecer

Salve Fliperameiros! Tudo na paz? Estamos aqui novamente iniciando uma discussão sobre uma característica presente em alguns jogos que é tão marcante que nos dá condições de usá-la como critério para a criação de um conjunto de games que compartilham a mesma. Hoje falaremos de jogos Top Down, aqueles jogos que você tem a visão de cima. Bora para 5 Top Down adventures que valem a pena conhecer.

Quando falamos em Jogos Top down, estamos nos referindo a perspectiva de câmera do jogo ou simplificando: no tipo de visão do jogo.

Alguns autores e desenvolvedores podem ainda tratar esta perspectiva de visão como bird’s-eye view, Overworld, Godview, overhead view ou helicopter view. Este tipo de perspectiva foi amplamente utilizada em jogos do tipo RPGChrono Trigger / Final Fantasy, War Games – Command & Conquer / Warcraft, Simuladores de administração e construção – Sim city, e também em jogos de ação e aventura – The Legend of Zelda / GTA (1 e 2).

Pode até gerar uma certa confusão, mas ainda não estamos falando de técnicas que simulam um visual 3d como a perspectiva Isométrica por exemplo. Estamos abordando a visão aérea puramente.

GTA 2 – um clássico Top Down
Shadowrun Returns – Representação isométrica é uma técnica herdada dos desenhos técnicos que caracteriza-se pelos três eixos de coordenadas aparecendo igualmente encurtados e o ângulo entre dois deles é de 120 graus.

O Início de tudo

Numa rápida pesquisa na internet, o nome Spacewar vem para provar que a abordagem Top Down é uma das percursoras na história dos videogames: no intervalo de 1961 a 1962, um grupo de desenvolvedores ligados ao MIT – Massachusetts Institute of Technology bolou o conceito e construiu o game que simulava uma batalha entre duas naves portadas com lançadores de torpedos em uma representação do espaço sideral astronomicamente precisa. Estava aí nosso primeiro top down shooter.

SpaceWar!, being played on the Computer History Museum’s restored PDP-1

Este tipo de jogos perdurou até a quinta geração dos vídeo games e teve um revival na onda dos Indies como: Hot Line Miami – shooter, The Binding of Isaac – shooter, Children of Morta – Rpg de ação .

Até os Arcades – nossos queridos fliperamas – tiveram muitos títulos com essa perspectiva, como lá de trás: o Pacman, se pensarmos que o labirinto é visto de cima; o próprio Rally-X que é um jogo Top Down com carrinhos de corrida; o falado aqui Gun.Smoke e também Shook Troopers da SNK.

SNK – Shook Troopers

Bom, agora vou trazer 5 recomendações pessoais de jogos Top Down que na minha opinião vão engrandecer sua experiência neste “gênero”.

E também gostaria de pedir que cada um que ler este artigo e quiser contribuir, deixe uma ou algumas recomendações e conte um pouco da sua experiência com eles em formato de comentário para que possamos utilizar esta página como um grande repositório de indicações para futuros leitores.

Vamos lá? Vou centrar minha lista inicial mais puxada pro gênero de aventura, mas sintam-se livres para recomendar qualquer vertente do Top Down. Na minha opinião são jogos que resistiram bem ao tempo, ou seja, continuam dando uma experiência bem agradável de gameplay:

5- Knightmare ( Majou Densetsu ) 1986 – KONAMI – MSX

É um vertical shooter lançado em 1986 pela Komani. Ele narra a história do cavaleiro Popolon contra o vilão Hudnos para resgatar sua amada Aphrodite. O gameplay é baseado em cenários com rolagem vertical automática em que o cavaleiro deve atirar flechas nos inimigos  e desviar de obstáculos. Power-ups como invencibilidade temporária, escudos e congelamento de tempo e também um sistema de melhoria dos tiros estão presentes neste jogo. Para a época os gráficos foram surpreendentes  e tidos com um dos games mais sofisticados do MSX, ao lado de Nemesis e Penguin Adventure.

Knightmare – msx

Além do MSX, o jogo teve um port para DOS e está presente em uma coletânea chamada Konami Antiques MSX Collection para Saturn e PlayStation.

4 – Valkyrie no Densetsu 1989 – NANCO – PC Engine

Valkyrie no Densetsu

É um action adventure com elementos de plataforma e um leve toque de RPG lançado em 1989 pela Nanco. Narra a história de Valkyrie em uma jornada a um item mítico chamado Semente de Ouro na Fonte Norte para reabastecer os campos de cultivo da Terra Xandra. A jornada é dificultada pelo o antagonista Kamooz , que também quer a Semente Dourada para escravizar todos os habitantes da Terra Marvel. A jogabilidade envolve derrotar inimigos e coletar ouro para comprar feitiços e armas mágicas nas lojas. Os gráficos são lindos e muito bem animados.

Valkyrie no Densetsu

Além do PC-Engine (TurboGrfx 16) e pc-engine mini, o jogo pode ser encontrado em Arcades sob a placa NANCO SYSTEM 2.

3 – Gremlins 2: The New Batch 1990 – SUNSOFT – NES

Nunca colocá-lo diante da luz forte e muito menos na luz solar, que pode matá-lo; Nunca molhá-lo; E a regra principal, nunca o alimente após a meia-noite, mesmo que ele chore ou implore.

Gremlins 2 – NES

Se você conhece essas regras, ou tem um Mogway ou assistiu Gremlis! Baseado no segundo filme, foi lançado um jogo de aventura e plataforma em 1990 pela Sunsoft para o NES. Gizmo deve percorrer vários níveis no edifício, equipado com armas que vão desde o super tomate geneticamente modificado em laboratório até o novo arco de tiro com palito de fósforo até chegar ao Gremlin Control Center para acabar com todos os Gremlins dentro. A mecânica de coletar dinheiro e comprar melhorias na loja também está presente neste jogo.

Gremlins 2 – NES

Apesar do mesmo título, foram lançados vários jogos diferentes para NES, Game Boy, Amiga, Atari ST, Commodore 64, DOS, MSX, Amstrad CPC, ZX Spectrum sendo este com visão Top Down, exclusividade do NES.

2- SD The Great Battle  1991 – Banpresto – Super Famicon

SD The Great Battle

Um crossover muito doido com Kamen Riders, Gundans e Ultramans em versão SD (cabeção) num shooter com elementos de plataforma e aventura lançado em 1991 pela Banpresto para Super Famicon. Neste primeiro game nos trás uma missão de resgate em que Kamen Rider 1, Ultraman e RX-78-2 Gundam devem localizar os desaparecidos membros do primeiro time formado por Kamen Rider V3, Ultraman Taro e Knight Gundam que partiram em defesa da terra depois de uma falha no sistema de controle de clima que acabou acordando vários monstros que estavam adormecidos. Cada membro resgatado se torna um personagem jogável. Leia a análise da franquia Great Battle nos 16 bits.

Este jogo esta disponível apenas no 16 bit japonês da Nintendo.

1- Fireman 1994 – Human Entertainment  – SNES / Firemen 2: Pete & Danny – 1995 – Playstation

The Fireman – SNES

É um action adventure lançado pela Human Enternainment para o Super Nintendo em 1995. A aventura traz os protagonistas Pete e Daniel que são bombeiros e precisam ao longo do game resgatar civis e apagar o fogo. No primeiro jogo, precisam remover um composto químico de uma empresa que pegou fogo justamente na noite de Natal. A mecânica baseia-se em controlar um personagem portando um tiro direcional, no caso um jato de agua de longo alcance, e um tiro de curto alcance, porém mais fragmentado: um spray de agua. Enquanto o Jato longo derrota os inimigos, o spray libera o caminho tomado por pequenas chamas. Na aventura enquanto você controla Pete, o Daniel é um NPC que lhe acompanha prestando suporte. Infezlimente não há opção para dois jogadores mas, ai entra o segundo jogo da série: The Firemen 2: Pete & Danny do ano de 1995 para Playstation que corrige esta falha (ou limitação).

The Firemen – SNES

Talvez não se tenha falado muito deste jogo para Super Nintendo pois ele não foi lançado na região dos Estados Unidos. Ficou restrito ao Japão, Europa e Austrália. Sua continuação também ficou apenas no Japão.

Espero que tenham gostado, deixem suas opiniões e recomendações e até a próxima.

 

Links também: